quinta-feira, 11 de junho de 2009

A Petrobras já está privatizada

O presidente Lula ficou muito irritado com a instauração da CPI da Petrobras. Depois de ter feito o possível para interromper a gestação, agora faz o possível para matá-la no berço. Baseado no critério do prontuário, entregou a Renan Calheiros o comando do grupo de extermínio montado para o justiçamento. O senador do PMDB alagoano é especialista no assassinato de boas idéias e diplomado com louvor na escolinha que ensina a delinquir impunemente.

O presidente da Petrobrás, Sérgio Gabrielli, ficou muito irritado com a instauração da CPI da Petrobras. Copiando o palavrório do chefe, o pré-candidato a senador pelo PT da Bahia qualificou de “inimigos da pátria” os partidários da devassa na empresa, o que promove a defensores da nação em perigo os que tentam manter fechada a caixa preta. Gente como Renan Calheiros, Ideli Salvatti ou Romero Jucá, por exemplo.

O ministro Edison Lobão, governista seja qual for o governo, ficou muito irritado com a instauração da CPI da Petrobras. Alegou que iluminar os porões de uma empresa que é a cara do país espanta clientes, fornecedores e possíveis parceiros. A chiadeira de Lobão é tanta e tão inconvincente que vai acabar espantando os clientes, fornecedores e possíveis parceiros que restarem.

Os modernos pelegos ficaram muito irritados com a instauração da CPI da Petrobras. Dirigentes da CUT e da Central Sindical convocaram manifestações e improvisaram comícios para berrar que o petróleo é nosso. Eviscerar a estatal sob suspeita “pode gerar desemprego”, fantasiaram.

Tudo somado, e embora a CPI nem tenha ainda saído do papel, ficou mais difícil acusar os partidos de oposição, a elite golpista, os paulistas quatrocentões, os capitalistas selvagens e os loiros de olhos azuis de tramarem nas sombras a privatização da Petrobrás. A empresa já foi privatizada ─ sem licitação. O novo dono é o PT, que arrendou parte do latifúndio à base alugada.


Augusto Nunes

Veja.com

Nenhum comentário: