segunda-feira, 22 de junho de 2009

"Queria enviar uma mensagem ao mundo", diz iraniano que postou vídeo da morte de Neda na internet

O vídeo que mostra uma jovem sendo morta durante os protestos em Teerã tornou-se um símbolo da internet e aumentou a pressão sobre o Irã na batalha contra a imprensa internacional.

O fato e a identidade da jovem no vídeo não podem ser verificados por uma fonte independente. Mesmo assim, fotos da vítima, identificada como Neda (fotos acima), foram usados em manifestações ao redor do mundo: de Istambul, na Turquia, a Los Angeles, nos EUA.

Uma página do Facebook intitulada "Angel of Iran" foi criada em homenagem a Neda. Blogueiros e mensagens no Twitter, o serviço na internet de microblogs, têm chamado a vítima de "Neda: Angel of Freedom" ("Neda: Anjo da Liberdade", em português).

Um grande número número de usuários do Twitter colocou como imagem de seu perfil a cor verde em solidariedade aos iranianos. A cor verde foi usada pelo candidato da oposição Mir Hossein Mousavi durante a campanha eleitoral. (Com informações da AFP)

"Tinha o objetivo de mandar uma mensagem para o mundo e acho que consegui", diz Hamed, um jovem iraniano que vive na Holanda e foi identificado pelo jornal inglês "The Guardian" como o responsável por publicar e difundir o vídeo da garota Neda na internet.

Sua vida mudou desde que o vídeo que publicou da jovem Neda Agha-Soltan, 27 anos, no instante em que ela foi atingida por um tiro no peito e morreu durante protesto nas ruas de Teerã, virou o símbolo dos manifestantes anti-Ahmadinejad no Irã.

"Apenas cinco minutos depois que postei o vídeo comecei a receber várias mensagens no Facebook. Só agora tenho 2.000 mensagens no Facebook", disse ao UOL Notícias. "Eu comecei algo que não posso mais parar".

Com medo de represálias, Hamed pretende seguir seu objetivo de difundir informações pela internet. Segundo o rapaz, nem tudo o que ocorreu durante a morte de Neda foi esclarecido.

Longe de casa, o refugiado político teme pela vida de seus amigos e de sua família. O iraniano diz que o governo pode encontrar facilmente sua família e pressionar para que deixe seu blog e seu trabalho de difusor de notícias da oposição.

"Mudei minha foto e meu nome no Facebook e apaguei minha conta no Yahoo. Meus amigos no Irã disseram que o governo está procurando os blogueiros. Mais de mil pessoas leem meu blog todos os dias. Eles me conhecem. Eles podem até mesmo seguir meus amigos e minha família", contou.

Amigo enviou o vídeo
Hamed recebeu o vídeo de um amigo, que contou que a garota foi morta por um atirador que estava no topo de um edifício, e não por homens em uma moto como foi amplamente difundido pela imprensa.


  • ATENÇÃO: o vídeo contém cenas fortes.
    O BLOG alerta que não é possível verificar a autenticidade das imagens

"Antes de Neda ser morta, meu amigo não a conhecia. Ele estava no protesto quando escutou dois estampidos, e viu que a roupa da garota do lado dele estava coberta de sangue. Daí um amigo dele que é médico foi tentar salvá-la", contou.




UOL

5 comentários:

Roberto Fraga Jr (Uncle Bob) disse...

Triste...

Também com um governo desse naipe formado por bestas, quem poderia esperar uma atitude diferente?

O que mais me assusta e o crescimento de governos totalitários pelo mundo.

Estamos andando de marcha à ré!!!

O rapaz que postou o vídeo certamente será preso e executado.

Laguardia disse...

A falta de sensibilidade de Lula é tanta que o leva a pensar neste conflito interno do Irã como uma simples briga de torcidas. Lula só pensa em se manter no poder indefinidamente. Gostaria de ser um novo Fidel Castro ou Hugo Chaves.

Laguardia disse...

Prezados amigos
Há muito venho lendo e vendo o que tem acontecido no Brasil com relação aos nossos políticos. Não passa um dia sem que haja uma denuncia de atos de corrupção, falta de ética, e imoralidade por parte de nossos governantes.
O Presidente Lula recentemente em defesa do Senador José Sarney definiu que no Brasil existem dois tipos de cidadãos. Aqueles para os quais não existe lei ou Constituição e os demais que estão submetidos aos rigores da lei.
Aqueles que sofrem nas filas do SUS, ficando internados em macas nos corredores dos hospitais e aqueles que se tratam nos melhores hospitais do país com a melhor equipe médica. Em ambos os casos o contribuinte paga.
É chegada a hora de parar de reclamar e partir para a ação antes que seja tarde demais.
Minha proposta e que comecemos em conjunto a pensar numa ação coordenada para o dia 7 de setembro de 2009. É o dia em que comemoramos a independência de nossa pátria, a libertação de nosso povo. Não há momento melhor do que este para um protesto contra a pouca vergonha, os desmandos do governo e o fato de que pouco a pouco estamos perdendo nossa liberdade e democracia.
Sugestões para o email laguardia,luizf@gmail.com

debrinha disse...

meu nome é debora e quero dizer que sou ameaçada de morte por um policial civil do rj,e ninguem fez nada ele esta livre eu estou me escondendo pra não morre,quem pode fazer algo por mim,antes que ele me mate,tem um processo que foi arquivado pra eu continuar viva,ele deixou minha casa vazia,me persiguiu,e nem um deputado conhecido que tem um programa me deu ajuda,ajudou a ele...quem vai me ajudar antesqque ele memate,não trabalho a3 anos pq ele pode me achar.att debora alves

debrinha disse...

gostaria que chegasse nas mãos do presidente da republica,é muito serio,ate com o governador eu falei e ele nada fez,me mandou pra boca do lobo,por sorte não morri,meu carro foi metralhado,eu quero ter o direito de ir e vir...to com medo e ja pensei em me matar,to passando fome e com 4 filhos pra criar,me mande resposta é a pura verdade,tenho todas as provas em mãos