sábado, 6 de junho de 2009

Vôo AF 447 da Air France Capítulo 15 - os primeiros corpos

SÃO PAULO - O comando da Aeronáutica anunciou no começo da tarde deste sábado, 6, ter encontrado corpos de passageiros e peças do avião Airbus 330 que desapareceu sobre o Oceano Atlântico há uma semana. Ainda de madrugada, o avião radar R99 havia descoberto uma série de pontos a aproximadamente 69 quilômetros do local do último comunicado feito pelo avião no domingo. Pela manhã, aviões de busca foram enviados à região e visualizaram os destroços.

Segundo o brigadeiro Ramon Borges Cardoso, pelo menos dois corpos do sexo masculino foram resgatados pela corveta Caboclo, da Marinha, a 470 milhas - cerca de 900 quilômetros - de Fernando de Noronha. Também foram localizadas uma poltrona, uma maleta de couro com bilhete da Air France e uma mochila com lap top. As bolsas estavam identificadas, mas não necessariamente pertenciam às pessoas cujos corpos foram encontrados.

Os dois corpos deverão chegar a Fernando de Noronha neste domingo, 7. Os corpos e os destroços encontrados estão na corveta Caboclo. O almirante Edison Lawrence Dantas, comandante do 3º Distrito Naval, explicou que a corveta entregará o material e os corpos recolhidos para a fragata Constituição, que tem mais velocidade e deverá chegar à área na deste Sábado.

Depois, a fragata seguirá para Fernando de Noronha. Quando a embarcação estiver a cerca de 300 quilômetros do arquipélago, um helicóptero da FAB irá ao seu encontro e receberá os corpos e os destroços. "Em cada uma das mochilas tinha um nome. Mas os nomes não necessariamente se relacionam aos corpos encontrados", afirmou o almirante.

O primeiro corpo foi localizado às 9 horas e recolhido 30 minutos depois. Após avisarem parentes das vítimas, os militares anunciaram a descoberta em coletiva de imprensa. A Air France foi chamada para confirmar se a poltrona pertencia a seu Airbus, mas a coloração já indica que sim.

De manhã, cinco peritos em identificação da cadáveres da Polícia Federal haviam chegado a Fernando de Noronha, onde estão baseadas as buscas, aumentando os rumores sobre o encontro de corpos.



(com Monica Bernardes, Renato Machado e Angela Lacerda especial para O Estado de S. Paulo)

Nenhum comentário: