segunda-feira, 20 de julho de 2009

José Miguel Insulza: Um bolivariano sem escrúpulos


O secretário geral da OEA, tem o desplante de chamar o governo hondurenho de "ditadura" e que "querem se perpetuar no poder".

Que ditadura é esta, onde todos os direitos da população estão preservados? Que ditadura é esta que tem o respaldo constitucional, com apoio do Poder Legislativo e do Poder Judiciário? Que ditadura é esta que já marcou eleições e está chamando uma comissão internacional para acompanhar o que está acontecendo hoje em Honduras? Que ditadura é esta que propõe submeter as Forças Armadas ao Tribunal Superior Eleitoral, para garantir a lisura do pleito?

Hoje, Honduras só tem toque de recolher porque está infestada de mercenários venezuelanos, cubanos e nicaraguenses, enviados para fomentar uma guerra civil à base do pagamento em dinheiro vivo de uma Bolsa Insurreição para agitadores dos movimentos sociais, financiada pelo petróleo de Hugo Chávez.

Que os Estados Unidos da América percebam a gravidade do que está acontecendo debaixo do seu nariz: a formação da União das Repúblicas Socialistas da América Latina, a URSAL, uma União Soviética parida por ditadores narcotraficantes cujo único objetivo é varrer a democracia do continente.

3 comentários:

Senhor_do_Servo disse...

Respeitando todos os direitos? Ora, não me faça rir! Em que mundo você acha que estamos?

Stenio Guilherme Vernasque da Silva disse...

Acho que pelo visto vc sim está em um mundo já estranho.
Respeitar as leis é tão difícil assim aos politicamente "corretos"?
Que coisa...
Vamos ler pessoal!!!!

Stenio Guilherme Vernasque da Silva disse...

"Respeitando todos os direitos?"

Seja mais específico...

O que é respeitar? Deixar Zelaya fazer o que quiser à márgem da lei????
É a deformação plebiscitária da democracia. Se não sabem o que é isso. Busque aqui mesmo que tem um artigo de Peña Esclusa sobre isso.
Mas eu entendo a dificuldade dos milhões de "Gérsons" que habitam este país!!!!