segunda-feira, 6 de julho de 2009

NOTALATINA: Honduras em foco!


Raúl Castro, sorridente, abraço o golpista Zelaya enquanto este e Chávez se dão as mãos.
Ao fundo o degenerado Chanceler Nicolás Maduro, da Venezuela.
Os amigos mais próximos, sobretudo aqueles que trabalham comigo há anos no mesmo front, têm me perguntado por que diante de fatos tão graves ocorrendo em Honduras o Notalatina está silencioso, praticamente ausente dos acontecimentos. Ninguém mais do que este blog, que foi criado com o objetivo exclusivo de denunciar os crimes e desmandos que ocorrem nos países sul-americanos e caribenhos e que a mídia cúmplice omite, tinha a obrigação de documentar esta situação. Entretanto, não sei a quê atribuir, pois não quero entrar no jogo da paranóia, há quase 1 mês tenho tido problemas com minha conexão, o que vem causando prejuízos sensíveis à minha vida profissional, uma vez que não disponho da internet na hora que quero, ficando a mercê da boa-vontade da operadora Vivo.

Por este motivo – e somente este, pois tenho acompanhado a situação hondurenha em seus mínimos detalhes -, e absolutamente contrariada em estar sendo impedida de fazer o meu trabalho, indico o site do meu amigo Heitor De Paola como o mais completo, sério e confiável; com atualizações permanentes em português, inglês e espanhol, os leitores desse blog podem ficar a par de tudo sem o mascaramento e o politicamente correto da mídia nacional. Aliás, recomendo que, quem quiser se informar do que está ocorrendo em Honduras NÃO leia os jornais locais, tampouco considere as “análises” feitas por “especialistas em política latino-americana” porque só tem achismos, palpiteiros que ouviram o galo cantar mas não sabem onde ou desinformação que, evidentemente, não merecem o menor respeito.
Mas, aproveitando que neste momento a Vivo me concedeu a graça de ter uma conexão “normal”, teço alguns comentários sobre os fatos hondurenhos mais recentes.

O principal deles é que um grupo de venezuelanos, envergonhados com a intromissão de Chávez nos assuntos internos de Honduras, resolveu fazer uma "Petição em respaldo às Instituições Democráticas de Honduras" à qual eu já assinei e convido os leitores a apoiá-lo também.

O endereço é este aqui: http://www.PetitionOnline.com/H090702H/petition.html.


Acabo de saber de fontes confiabilíssimas – triplo A – que a PDVSA deu ontem 2 milhões de dólares em espécie, um cartão de crédito de mais 2 milhões e um jato privado a Manuel Zelaya, além de mais 2 milhões de dólares à Chancelaria Venezuelana para cobrir os gastos e ajudar em todos os giros de Zelaya no exterior. São 6 milhões de dólares dos venezuelanos derramados - a revelia - nas mãos de um golpista traidor do seu povo e de sua pátria, que todos os comunistas do mundo se esforçam para inocentar e defender. Por que será que só os comunistas defendem este degenerado, e acusam os que cumpriram a lei de golpistas? Quem não entendeu ainda esse furdunço, poderia começar se fazendo esta pergunta que a resposta – honesta – não demoraria a aparecer.
Mas há muito mais coisas ocultas sobre este nefasto elemento que as esquerdas querem pintar de santo e vítima. Hoje alguns congressistas republicanos dos Estados Unidos enviaram uma carta a Obama, pedindo explicações acerca de denúncias de que Zelaya ou seus sócios haviam sido cúmplices no tráfico de cocaína que chegava a Honduras em aviões provenientes da Venezuela. O chanceler hondurenho, Enrique Ortez, afirmou que Zelaya permitia que toneladas de cocaína voassem de Honduras rumo aos Estados Unidos e que há provas disso, que os governos vizinhos e a DEA (agência antidrogas americana) também possuem estas provas. Quem quiser ler a matéria completa clique aqui, em espanhol, ou em inglês no site do Heitor.

Esses presidentes foragidos viviam dizendo que “não admitem ingerência nos países vizinhos” quando Bush era presidente dos Estados Unidos. Entretanto, é só o que eles têm feito desde que se adonaram do poder em seus países: Chávez tomou as dores do Equador quando o Exército colombiano atacou um acampamento de Raúl Reyes numa cidade fronteiriça entre os dois países; depois, meteu as patas – e continua metendo – na Bolívia. Lula não se cansa de fazer o mesmo, defendendo o indefensável Chávez, afrontando os venezuelanos dentro do seu país e cada vez que um golpista desses comete crimes dos quais acusa a oposição. O abutre Fidel não deixa por menos e agora a siliconada e bipolar Cristina de Kirchner viajou a Washington – por ordens de Chávez – para de lá seguir com Zelaya para Tegucigalpa, onde vai “exigir” que este farsante retome o governo do país.
Para quem não acredita na malignidade – e mesmo na existência – do Foro de São Paulo (FSP) como uma mega organização criminosa com poderes decisórios, e que estas decisões são cumpridas a risca pelos países-membros, recomendo a leitura deste excelente artigo do Heitor De Paola em que ele detalha como funcionam as “redes transversais”, que é o método empregado pelo FSP para agir em absoluta sintonia em fração de segundos.

E para terminar – antes que a conexão caia de vez – recomendo este vídeo disponibilizado pelo site Mídia Sem Máscara que mostra uma manifestação de hondurenhos a favor do novo governo, onde aparecem cartazes denunciando a rede de televisão CNN de desinformar sobre a situação REAL deste contra-golpe ocorrido em seu país. Fiquem com Deus e até quando for possível!


Comentários: G. Salgueiro
Postado por G. Salgueiro

Nenhum comentário: