quarta-feira, 8 de julho de 2009

OEA-Organização dos Estados Aparelhados



Do Coturno Noturno:

Neste vídeo, o secretário geral da OEA José Miguel Insulza defende que "ao regime cubano não se deve impor soluções". Além disso, rende homenagens a Fidel Castro, como um respeitável e inquestionável personagem latino-americano. Insulza diz: "eu estou totalmente convencido que o sistema cubano pode evoluir na medida em que primeiramente respeitemos o que os cubanos querem e segundo que não intentemos impor soluções". Ao final, condena o "embargo econômico" à Cuba. Insulza rende homenagens à ditadura cinquentenária dos Castro, enquanto age de forma diametralmente oposta em relação à Honduras. É esta gentalha nojenta que avaliza a "democracia" na América Latina.



por Coronel

Um comentário:

Laguardia disse...

Esta turma da esquerda não tem coerência. A unica coisa que interessa é chegar ao poder e se manter lá indefinidamente.