segunda-feira, 20 de julho de 2009

UNE ELEGE UM IDOSO COMO PRESIDENTE


A UNE já tem um novo presidente. Ele é do PC do B, como sempre. O meio estudantil seria o único em que esse partido é forte. Digo “seria” porque a UNE, evidentemente, não existe. A esmagadora maioria dos universitários ignora-a sem solenidade. Não é para menos. Os valentes “estudantes”, que vivem lutando, por exemplo, por eleições diretas para reitor das universidades, elege o seu presidente pelo voto indireto. Leiam a pequena entrevista que ele concedeu a Folha. Volto depois:
*
O novo presidente da UNE Augusto Chagas, 27, estudante do primeiro semestre no curso de sistemas de informação da USP, defende os repasses do governo à entidade e a participação dela na emissão das carteirinhas.

FOLHA - Quais serão as prioridades de sua gestão?
AUGUSTO CHAGAS -
A principal pauta será lutar por um projeto de reforma universitária construído pelos estudantes que já está no Congresso Nacional. Ele é importante para ampliar a assistência estudantil, democratizar a universidade pública e privada e regulamentar o setor privado, proibindo o capital estrangeiro. Outra pauta importante é a regulamentação da meia entrada.

FOLHA - Você defende a volta do monopólio da UNE para a emissão das carteirinhas?
CHAGAS -
Não queremos retomar o monopólio, mas é justo que as entidades estudantis participem da emissão das carteirinhas.

FOLHA - O fato de receber verbas do governo federal não afeta a independência da entidade?
CHAGAS -
Não. É dever do poder público financiar as atividades dos estudantes.

Comento
Deixarei pra lá essa bobagem de ser “dever” do poder público financiar as atividades dos estudantes. Ora… Se financia, então pode cobrar reciprocidade: apoio. Isso quer dizer que a UNE, hoje, é livre com um táxi. Mas vamos ao que mais chamou a minha atenção.

Como é? O tal Augusto Chagas tem 27 anos e está no primeiro semestre de um curso? Isso na idade em que muita gente já é mestre, dando aula em universidade? Aposto que Chagas já tem cabelos brancos. Eu ando incomodado com os cabelos brancos de nossos militantes estudantis. Outro dia, vi secundaristas que eram candidatos a um asilo de velhinhos.

Santo Deus! O PC do B ainda tem militantes profissionais! Chagas não é um rapaz que estudava e acabou se aproximando do PC do B, fazendo política estudantil etc. Não! Ele é alguém do PC do B que decidiu atuar na universidade. Entenderam a diferença?

Chagas acha que o estado tem de financiar os estudantes, é? No seu caso, não haverá escala. Tão logo deixe de ser militantes estudantil, pode se candidatar à Bolsa Geriátrica.


por Reinaldo Azevedo

Nenhum comentário: