segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Bombardeio da Força Aérea colombiana mata 14 rebeldes das FARC



Pelo menos 14 guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) morreram e outros dois ficaram feridos em um bombardeio da Força Aérea Colombiana a um acampamento rebelde situado entre os municípios de Vistahermosa e Puerto Rico, no departamento de Meta, sul do país.

Um porta-voz do Ministério da Defesa confirmou que o ataque foi contra um acampamento da frente 27 das Farc, no qual havia 200 guerrilheiros.

A imprensa local informou que na região bombardeada a Força Aérea desenvolve várias operações para localizar os principais chefes das Farc, entre eles "Efrén Arboleda", líder da frente 27 do grupo.

Fontes oficiais afirmaram hoje que o Exército e a Força Aérea desenvolvem ações conjuntas na região de Curillo, no departamento de Caquetá (sul), contra Wilson Peña Maje, conhecido como "Mojoso", líder da frente 49 das Farc.

As tropas colombianas apertaram o cerco, por terra e ar, contra o chefe militar da guerrilha, conhecido como "Mono Jojoy", em uma região dos departamentos selváticos de Meta, Guaviare e Caquetá.

O general Javier Flórez, comandante da chamada Força de Tarefa Conjunta Omega, explicou há poucos dias que os bombardeios e combates das últimas semanas em diferentes zonas de Llanos Orientales, centro-oeste, causaram pelo menos 40 baixas entre membros da guerrilha.

UOL

Nenhum comentário: