quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Chefe de gabinete da Receita confirma declaração de Lina


A chefe de gabinete do secretário da Receita Federal, Iraneth Dias Weiler, corroborou detalhes das declarações que a ex-secretária Lina Maria Vieira faz sobre encontro que teria tido com a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), informa reportagem de Leonardo Souza e Andreza Matais, publicada nesta quinta-feira pela Folha .

Em entrevista à Folha no domingo, Lina disse que, no final do ano passado, foi chamada para uma reunião reservada com Dilma no Planalto. No encontro, segundo Lina, a ministra pediu para acelerar a auditoria que, por decisão da Justiça, o fisco faz nas empresas da família de José Sarney (PMDB-AP), dirigidas pelo filho mais velho do senador, Fernando.

Nesta semana, várias vezes, Dilma afirma que jamais esteve a sós com Lina, que não houve reunião no Planalto e que não fez pedido nenhum. Depois, desafiou a ex-secretária a provar o que havia afirmado.

Funcionária de carreira da Receita, Iraneth confirmou que Erenice Guerra, secretária-executiva da Casa Civil, foi ao gabinete de Lina no final do ano passado. "Ela entrou pela porta do corredor, não passou pelas secretárias. Não foi uma coisa que constava da agenda."

Segundo Iraneth, Lina falou com ela sobre o convite do Planalto logo após a visita de Erenice e disse "que teria um encontro reservado no Planalto".

Lina foi demitida em 9 de julho. A Folha apurou que a recusa dela a atender pedidos de políticos contribuiu para a sua queda.


Folha online


DILMA¹³ - MENTE!!!!

DE NOVO E QUANTAS VEZES FOREM NECESSÁRIAS PARA SEU PROJETO DE PODER!!!

Um comentário:

Cachorro Louco disse...

Stenio : esta mulher não existe ,ela foi autoinventada,para servir aos comunistas .E não tem cancer pois ela é um cancer ,e dos mais ,malignos.ABraços