quinta-feira, 13 de agosto de 2009

The Economist desanca Lula.


A revista critica a postura adotada por Brasil em relação à China, Cuba e também ao presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que classifica como "um homem que ameaça começar uma nova Guerra Fria na região", referindo-se às desavenças em relação ao possível acordo sobre o uso de bases militares colombianas pelos Estados Unidos. "Só um paranoico pode conceber (o acordo) como uma ameaça à Venezuela e à Amazônia. Mesmo assim, o Brasil decidiu expressar preocupação com as bases, permanecendo em silêncio em relação às evidências de que membros do governo Chávez venderam armas às Farc", diz a revista.

Nenhum comentário: