sábado, 22 de agosto de 2009

Lula, o "papá" de Evo, na Transcocalera.


Assim o recebe Paulovich, em artigo em El Deber:

"Chapare, sede do Governo, recebe com as honras correspondentes ao Presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, que é convidado especial de José Evo Bem Amado Morales do Orinoco(Oruro).

Para tornar mais agradável a visita do presidente Lula, denonimanos algumas ruas de Villa Tunari com os seguintes nomes: Rua Bem Amado Evo, Rua Lula Cara do Obama, Praça da Carreira do Espelho, Beco do Papelote, Avenida Folha de Coca Sagrada e Praça do Pó Branco. Prontamente, apareceu um furioso dirigente sindical que nos informou ter delegação de seis Federações de Cocaleiros de Chapare e anunciou que por decisão do Primeiro Cocalero da Bolívia e atual Presidente do Estado Plurinacional, Multicolor e Folclórico(ex-República da Bolívia) serão os cocaleros que se encarregarão da proteção e segurança do ilustre mandatário brasileiro, que visitará hoje a zona de Chapare, além dos membros da sua própria segurança, Polícia Nacional e Forças Armadas da nação, sob as ordens do mariscal Walker San Miguel do Figueiredo Collor Vermelho e Sócrates de Souza.

Fui alistado no corpo de segurança dos Cocaleros de Bolívia, não sem antes jurar que cuidarei da vida e da tranqüilidade do presidente Lula, mesmo pagando com a própria vida. Viva o presidente Lula! Viva o presidente Evo! Viva o empréstimo de U$ 300 milhões e viva a empresa brasileira que construirá o caminho que liga Villa Tunari a San Ignacio de Moxos!"

(Cá entre nós, botar U$ 300 milhões para a OAS construir uma rota para entupir o Brasil de cocaína, é porque deve estar saindo dinheiro pelo ladrão. Quem falou ladrão? Eu não, eu não, não tem nada a ver com minha pasta, por favor...)

Coturno Noturno

Nenhum comentário: