quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Terrorismo no extremo oeste do Brasil

A rodovia é a única que liga o Acre ao restante do país e o estado está isolado.

Imagens mostram o conflito ocorreu quando, policiais rodoviários federais tentaram desbloquear a estrada ontem à noite, na região de ponta Abunã.

Os agentes dispararam balas de borracha e jogaram bombas de efeito moral.

Os manifestantes revidaram com pedras. A rodovia está fechada há quatro dias. A fila de caminhões chega a três quilômetros. Os moradores da região querem que os distritos de Vila Extrema, Nova Califórnia, Vista Alegre e Fortaleza do Abunã sejam transformados em município.

Tropas do Exército Brasileiro foram enviadas no início desta tarde de quinta-feira, 6, para a região do Abunã, onde acontecem os protestos pela emancipação da Vila Extrema (distante 182 quilômetros de Rio Branco pela BR-364).

Homens do 4º Batalhão de Infantaria e Selva, o BIS, com sede em Rio Branco foram vistos próximos à localidade de Nova Califórnia (a 152 quilômetros da Capital acreana), onde um grupo de caminhoneiros também mantém a BR interditada.

As tropas do Exército engrossarão o efetivo do Comando de Operações Especiais da Polícia Militar de Rondônia, que já está na área, depois que fracassou uma operação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de retirar os manifestantes da rodovia, na Vila Extrema, no final da tarde desta quarta-feira, 5.

Na ocasião, a PRF tentou retirar à força os mais de três mil manifestantes, mas teve que recuar, com um efetivo de apenas 25 policiais. Um agente foi ferido com gravidade na cabeça.

Mais IMAGENS

Nenhum comentário: