quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Protógenes anuncia filiação ao PCdoB e é notificado pela PF


Pouco antes de anunciar sua filiação ao PCdoB, o delegado Protógenes Queiróz recebeu uma notificação sobre o desarquivamento de um processo administrativo contra ele no caso da prisão do atual deputado Paulo Maluf (PP-SP).

Uma viatura da Polícia Federal o aguardava na porta do hotel São Paulo Inn, na região central da cidade. Cercado por jornalistas, que o fotografavam enquanto ele assinava os documentos já no hall de entrada, Protógenes sorria para o agente que trouxe as intimações. "Ah, esse aqui é aquele do Maluf", mostrou.

O caso desarquivado apura se o delegado facilitou o acesso de jornalistas no momento da prisão do ex-prefeito Paulo Maluf e de seu filho, Flávio, em 2005. O jornalista Cesar Tralli, da TV Globo, filmou o momento em que Flávio era algemado, e vestia trajes que o levaram a ser confundido com um agente da PF. A operação era conduzida por Protógenes, que tem agora tem contra ele quatro processos administrativos e seis disciplinares.

Segundo o delegado, na semana passada houve situação semelhante durante uma visita à Universidade Católica de Santos, litoral de SP. "Foi um constrangimento, mas a tendência é que isso se intensifique. Será uma guerra até outubro do ano que vem", disse o delegado, que classificou o ato como uma tentativa de minar sua futura candidatura.


O primeiro passo do delegado rumo às eleições de 2010 foi dado nesta quarta (2), no mesmo local usado por Protógenes no comando da Operação Satiagraha como quartel-general da ação que culminou na prisão do banqueiro Daniel Dantas em julho de 2008.

Protógenes convocou entrevista coletiva no hotel para anunciar oficialmente sua filiação ao PCdoB, que já vinha sendo delineada, como adiantou o próprio delegado com exclusividade em entrevista ao UOL Notícias.

"Eu vou tocar meu atabaque, e hoje vou tocar com mais vontade, e seguir no cumprimento do meu dever nesse partido que tem um significado histórico, que é o PCdoB", afirmou Protógenes, fazendo referência ao poema "O tocador de atabaque", de Eduardo Alves da Costa. O delegado, que afirmou ser "um cristão católico praticante, com inserção em todos os credos religiosos", não confirmou a que cargo eletivo se candidatará. "Isso será decidido somente três meses antes das eleições, baseado em pesquisas."

Números da sigla colocam o delegado como nome forte ao Senado. "Sem pesquisa é palpite, mas seria uma forte opção", afirmou o presidente do partido, Renato Rabelo.

Protógenes adiantou que fará parte da base aliada do governo Lula, com cujo partido já iniciou conversas. "Tive uma conversa fraterna e aberta com o PT, andamos tendo contatos que acabaram nesta segunda confirmando minha participação na base aliada do governo", disse o delegado, que se encontrou nesta semana com o presidente da sigla, Ricardo Berzoini.

Protógenes também voltou a criticar o governo de José Serra, citando confronto ocorrido nesta semana em Heliópolis. "Existem questões prioritárias em cada Estado. Esse simbolismo de que o PSDB possui bons administradores tradicionalmente está provado que não existe, senão o sistema de segurança pública não estaria falido", alfinetou.

Protógenes afirmou que "o começo já foi dado". "Elegemos um operário, a classe subiu ao poder e governa com maestria. É para reafirmar e apoiar esse compromissso que estamos aqui neste partido", finalizou.

uol

Um comentário:

Cachorro Louco disse...

Stenio : Este verme ,além de todas as bobagens que fez ainda vai se filiar ao partidão.è muita safadeza ,pois êle sabe que seu nome tem algum peso e que será eleito com votos ou sem .Sabe também de coisas que nós pobres mortais sem biografia nem podemos suspeitar .Pode apostar que em dois ou tres anos êle estaraá comprando seu castelo de 25.ooo.ooo,oo de dólares.Abraços