terça-feira, 8 de setembro de 2009

Uma brincadeira de R$ 37,5 bilhões


do CORONEL: Em um único dia, negociando com o presidente de outro país como se ele fosse "de casa", sem uma única consulta a ninguém, Lula gastou praticamente tudo o que custou a Bolsa Família no seu segundo mandato: R$ 37,5 bilhões. O mais chocante é ver um negócio deste vulto ter sido tratado como se fosse uma grande brincadeira, onde vendedor e comprador mais pareciam sócios, tal a intimidade. No dia da Independência do Brasil, Lula passou para o mundo uma postura subserviente e submissa ante o poderoso Sarkozy que veio dar menos de 24 horas de atenção ao presidente cucaracho bananeiro,levando-lhe até as calças. Lula brincou e se divertiu porque não terá que pagar um centavo do que torrou ontem, no dia 7 de setembro de 2009, em armamentos para proteger o pré-sal. Tudo será debitado na conta dos futuros presidentes do Brasil. Mas Lula é inatingível e ininputável. Pode fazer o que bem entender com o dinheiro público. Público, não. Dele.

Nenhum comentário: