domingo, 4 de outubro de 2009

Aos patrulheiros do Imbecil Coletivo Latino Americano!


Aos patrulheiros esquerdopatas que se desperam ao ler a verdade, disparam falácias para "patrulhar" o blog.
Não adianta...
Usarei com vocês as mesma "regras democráticas" que o governo odioso de Fidel promove!
Prensa Latina e outra porcarias: Passem longe.
Não moderarei um só comentário de vocês.
Lixo cultural.
Farsantes.
Fala-se em socialismo, e as mortes?
Deixa para lá, não é.
Como diria Paulo Freire (mais um imbecil) "A Revolução é biófila, ou seja cria vida"!)
Em resumo : Vocês comunistas, socialistas estão fadados ao ostracismo e serão enterrados com Fidel e Raul.
Ou o próximo ditador de Cuba será Hugo Chavez????
Vão procurar o que fazer. Voltem para Cuba e voltem a colher tabaco!



Atualizando: "Medo"????
De moribundos?
Sinto é pena de alguns miolo mole, mas também sinto nojo de quem faz isso dolosamente como vocês.
Queremos democracia, e não ditadura da maioria!
Oligofrênicos!

2 comentários:

Marcos Antonio de Souza disse...

Sobre gente como Yoani Sánchez, veja o que Fidel Castro disse no livro Biografia a Duas Vozes, páginas 386 e 387:

_____

Você não imagina até que ponto o Escritório de Interesses dos Estados Unidos intervém nos assuntos internos, reúne todos ali, fornece textos, envia dinheiro, e com um dólar aqui dá para comprar cem litros de leite. Por um dólar, ao câmbio de 25 pesos por dólar, imagine as quantidades de produtos que podem que podem comprar aqui?

Todos esses chamados dissidentes não vão a Miami para se tratar lá. Se com um dólar podem comprar cem litros de leito dentro de certos limites, com cem dólares neste país adquiririam 2.500 pesos; se aqui não pagam aluguel; se não pagam impostos por serem donos da casa; se o que se paga de aluguel aqui é simbólico naquelas casas a quem não se deu a propriedade porque são uma necessidade das fábricas ou das indústrias; se seus filhos recebem os melhores serviços educacionais do mundo, excelentes serviços de saúde; se seus filhos têm garantia a vida, um altíssimo nível de sobrevivência, qualquer tratamento médico, mesmo que seja uma cirurgia cardiovascular, que pode custar 50 mil dólares; ou um transplante de coração, que pode custar 100 mil; ou de rins.

Aqui nunca se pergunta a ninguém, quando é atendido no hospital, se essa pessoa é revolucionária, se simpatiza ou não com a revolução, se é dissidente ou não.

Pode haver um caso em que alguém seja favorecido porque tem dólares que recebe de lá e promova determinada corrupção quando se trata de um produto escasso. Mas jamais se favoreceu esta ou aquela categoria social. Mostre-me uma prova! Os chamados dissidentes têm todas essas garantias quando essas organizações lhes mandam cem dólares. Os norte-americanos já declararam quantos milhões vão mandar para cá para ajudar dissidentes de uma existência virtual, absolutamente virtual.

O que é preciso perguntar a cada um deles é o que produzem, em que trabalham e quanto dinheiro recebem por causa de prêmios, de artigos? Escrevem qualquer artigo ? cheio de calúnias ?, enviam os artigos a esses meios, a emissoras? Coisa que está sancionada pelas leis; são leis vigentes que, simplesmente, não são aplicadas, porque é potestade do Estado, da Promotoria da República, aplicá-las ou não.

Um pessoa não pode se colocar a serviço de uma potência inimiga em nenhuma parte do mundo, nem trabalhar sob as ordens de um governo estrangeiro em nenhuma parte do mundo, por mais que se encubra isso de uma ou de outra maneira. Temos montes de provas.

Rejane (Mel) disse...

É isso aí Stenio!
FOGO nos Botocudos!!!