terça-feira, 6 de outubro de 2009

Enem será realizado no início de dezembro, nos dias 5 e 6


SÃO PAULO - Prejudicado pelo vazamento de provas denunciado pela reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será realizado no primeiro fim de semana de dezembro, dias 5 e 6.

Representantes de 55 universidades federais, de 31 instituições federais de ensino e de todas as secretarias estaduais da Educação admitiram adiar o início das aulas do primeiro semestre de 2010 para poder utilizar a nota do Enem na composição de seus programas de seleção de estudantes. As aulas começariam em março. Algumas universidades terão também que adiar a data do vestibular para evitar a coincidência de datas com a nova prova.

O ministério anunciou nesta semana também que rompeu o contrato com o consórcio Connasel. Farão agora a nova prova a Fundação Cesgranrio, que realizava o Enem desde 1998, e a Cespe, instituição da Universidade de Brasília. A União deve processar o Connasel, formado por empresas de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia, pelo prejuízo de R$ 35 milhões. O governo tinha pago até agora apenas um terço do valor do exame, de mais de R$ 100 milhões.

O Enem foi cancelado na última quinta-feira depois que o Estado notificou o MEC sobre o vazamento da prova. Dois homens procuraram a reportagem para tentar vender a prova por R$ 500 mil.

No fim de semana de 28 e 29 de novembro, há provas de cinco universidades federais, incluindo a do Paraná, de Minas Gerais e Roraima. Nos dias 5 e 6 de dezembro há vestibular das federais de Brasília, Juiz de Fora e Lavras. Em São Paulo, a Fundação Getúlio Vargas e a Faculdade Cásper Líbero também fazem exames nesse fim de semana.

(Com Vannildo Mendes e Renata Cafardo, de O Estado de S. Paulo)

Nenhum comentário: