sábado, 7 de novembro de 2009

A queda do Muro de Berlim e a insistência da Dama de Vermelho!


"Falar do PCdoB é falar de luta, de superação, de desafios, de resistência e também de heroísmo. Falar de João Amazonas, Diógenes Arruda e dos companheiros mortos no Araguaia --e me refiro em especial a duas pessoas: Osvaldão e Helenira -- é falar da luta para fazer da grandeza desse país a grandeza de nosso povo. O desafio que nós militantes enfrentamos passa por aí..."

"E aqui sei que minha voz não cai no vazio. Temos aqui pessoas para lutar por um país mais igual, ambientalmente sustentável, independente, soberano e respeitado. E agora que essas transformações começam a se aprofundar, não iremos deixar que elas escapem de nossas mãos, das mãos calejadas do povo brasileiro"

"O PCdoB é uma das chamas que vai iluminar esse projeto junto com os partidos que integram nosso governo. Tenho certeza que essa chama vai brilhar para todo o Brasil".
....................................................................
Os 70 milhões de assassinados pelo comunismo internacional não foram citados no discurso da candidata, proferido em um congresso de comunistas, na semana em que o mundo comemora a Queda do Muro de Berlim.


Coronel

Nenhum comentário: