quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

No Nobel, Obama diz que guerra tem papel para manter a paz


OSLO - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou nesta quinta-feira, 10, na cerimônia de entrega do Prêmio Nobel da Paz, em Oslo, que os instrumentos de guerra têm um papel a desempenhar para manter a paz.

"Ajudamos a manter a paz com o sacrifício de nossos soldados e a força de nossas armas", disse Obama sobre as intervenções armadas americanas após a Segunda Guerra Mundial. "A guerra tem um papel em preservar a paz. Mesmo assim, a guerra traz a tragédia humana. " A guerra em si nunca é gloriosa".

Em seu discurso, Obama elogiou ícones do movimento pacifista como Martin Luther King e o Mahatma Gandhi, ambos vencedores do prêmio. "O amor de Gandhi e Luther King deve ser o norte da nossa jornada, apesar de nem sempre ser possível aplicar a não violência", afirmou.

Segundo o presidente, apesar da continuidade de conflitos pelo mundo, o surgimento da ONU e o plano Marshall contribuiu para um mundo mais pacífico, na medida que não houve outra guerra mundial após 1945.

Obama também defendeu o cumprimento das Convenções de Genebra por todos os países, inclusive pelos EUA. "Devemos ter o interesse moral em seguir regras de combate, mesmo contra adversários malignos", disse. " Não podemos obrigar os outros a seguir regras que não seguimos".

A entrega do prêmio a Obama, que o presidente recebeu hoje no auditório municipal de Oslo, ocorre dias após ordenar o envio de 30 mil soldados a mais ao Afeganistão.


Estadão

Nenhum comentário: