segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

ANISTIA e O PNDH 3


Acima, o cartaz da anistia, criado por Ziraldo. Ao lado, a atual cartilha dos direitos humanos do Vanucchi, criada pelo Ziraldo, vinte anos depois. No cartaz da anistia, está a chave de tudo: "ampla, geral e irrestrita".

Ziraldo, que é um dos mesmos ou mais dos mesmos, se preferirem, esteve preso por algumas horas, algumas vezes, nos idos de 1968. Ninguém tocou um dedo nos seus cabelos prateados.
Não parou de trabalhar um minuto, não parou de ganhar dinheiro um só minuto. No entanto, recebeu R$ 1.000.253, 24 de indenização, numa só bolada, em 2008. Como anistiado político.

Em 2009, a The Raldo Estudio de Arte e Propaganda Ltda., empresa de Ziraldo, faturou
R$ 285.443,20, dos quais R$ 250.000,00 contra a EBC, onde o chefão é o Franklin Martins, o ex-guerrilheiro e ex-sequestrador. Não se tem notícia de concorrência para este trabalho. De 2004 até 2009, o Ziraldo faturou R$ 889.066,70, uma média de R$ 150.000,00 por ano com o governo Lula. A história também é feita de números de vivos. E de números financeiros. Ziraldo é a prova viva de que, toda vez que a esquerda cavoca o passado, a coisa toda rende muito, muito dinheiro.

A OAB também sabe disso. As entidades e ONGs que apóiam a idéia sabem disso, basta ver os convênios que as sustentam. É fim de governo. É fim de festa. A boquinha tem tudo para acabar. Do lado de lá não existe nenhum menino maluquinho. São todos sexagenários muito espertos e muito lúcidos.



Coronel

Nenhum comentário: