domingo, 17 de janeiro de 2010

Chile: A esquerda Latina apodrecendo


Com 62% dos votos apurados, Sebastian Piñera vence a eleição presidencial no Chile com 51,87% dos votos. Como já avisava o candidato, depois de 20 anos de "moleza", o pessoal da Bachelet e da "Concertación" vai ter que voltar a trabalhar.

Aliás, lembram da Dilma tomando café-da-manhã com a Michelle, para aprender a governar? Lembram que diziam que Bachelel, com 80% de aprovação, não teria a mínima dificuldade em fazer o seu sucessor?


Popularidade é pessoal e instransferível. Bachelet é a maior derrotada nas eleições chilenas. Um recado para a esquerda apodrecida do Brasil, que ainda acha que o brasileiro vota pelo cabresto. Tchau, petralhas chilenos.

E como dizia Piñera na sua campanha:
" volvan a trabajar!".




Coronel

Um comentário:

Laguardia disse...

Tenho fé que 2010 será o ano da virada.

Honduras e Chile já deram o exemplo e espero que nós também no Brasil possamos nos livrar deste governo corrupto, sem ética e sem moral.