terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Turma "gente fina"!


PHILLIP DÂNTOM
colaboração para a Folha Online

A Polícia Civil de Bauru (SP) prendeu na manhã desta terça-feira nove pessoas ligadas ao MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) que teriam participado da invasão e depredação de uma fazenda de laranjas da Cutrale, em Borebi (SP), no final do ano passado.

Entre os presos está o ex-prefeito de Iaras Edilson Grangeiro Xavier (PT), a vereadora Rosimeire Pan D'Arco de Almeida Serpa (PT) e o marido dela, Miguel da Luz Serpa. De acordo com a polícia, além de participarem, os três foram os responsáveis pela coordenação da invasão da fazenda.

Os trabalhos da polícia começaram no final do ano passado. "Começamos a investigação e fomos identificando as pessoas envolvidas com base em testemunhas. Hoje, prendemos os coordenadores da invasão", disse o delegado seccional de Bauru, Benedito Antônio Valencise.

Cerca de 150 policiais participaram da operação. No total, foram apreendidos celulares, computadores, seis armas irregulares --uma delas em posse de Rosimeire e Miguel Serpa--, além de materiais levados da fazenda.

Dos 19 mandados de prisão, sete foram cumpridos nesta terça-feira. Outros 12 devem ser cumpridos nos próximos dias. Duas das prisões realizadas hoje foram feitas em flagrante por posse ilegal de arma.

No início da tarde, o MST divulgou nota em que relata preocupação com a operação da Polícia Civil. Segundo o documento, relatos de militantes dão conta que policiais "cercaram casas e barracos, prenderam pessoas e promoveram o terror em algumas comunidades, além de apreender pertences pessoais de muitos militantes".

Já a polícia nega qualquer tipo de violência e diz que as prisões foram realizadas pacificamente. Na época da invasão, a Cutrale informou que os prejuízos com as destruições na fazenda totalizam R$ 1,2 milhão.

Um comentário:

Cachorro Louco disse...

Stenio : Essa corja não merece nem cadeia .Tem que ir direto para o pelotão de fuzilamento.
Não ha outra menira de lidar com ervas daninhas .
Abraços