quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Dissidente cubano critica Lula


"Respeitamos e amamos o povo brasileiro, mas o governo Lula não deu nenhuma palavra de solidariedade para com os direitos humanos em Cuba. Tem sido um verdadeiro cúmplice da violação dos direitos humanos em Cuba.
"Já não esperamos e nem queremos esperar nada dele".




Oswaldo Payá, líder do Movimento Cristão de Libertação, uma das principais vozes do movimento dissidente cubano e vencedor do Prêmio Sajarov, do Parlamento Europeu, em 2002.

Payá lamentou que a embaixada do Brasil em Cuba se negou a receber um grupo de dissidentes que tinha uma carta de presos políticos dirigida a Lula.

Nenhum comentário: