quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Medo começa a vencer a esperança em Dilma.


A sagração da "doutora" como candidata, no último sábado, seguiu-se de uma total reversão de expectativas. Lula viajou e Dilma sumiu da mídia. Companheiros da área da saúde já desceram a pancadaria na candidata, em diálogos registrados pela imprensa, em que dizem que Dilma é uma imposição, ou seja, uma impostora. Outros companheiros já correram em massa ao Senado para impedir que a "doutora" falasse sobre Direitos Humanos, conforme convocação da Comissão de Constituição e Justiça. A pressão alos companheiros aloprados paulistas sobre Ciro Gomes para que fuja covardemente da eleição presidencial - o que é praticamente certo, dada a coragem apenas da boca para fora ostentada pelo totozinho do Lula - é a última tentativa de apostar na tal "campanha plebiscitária". Por fim, a volta triunfal da máfia dos mensaleiros para comandar a campanha da Dilma, que é a aceitação pública de que teremos um vale-tudo como nunca na história deste país. O medo começa a vencer a esperança em Dilma. Cá entre nós, com toda a razão.


BLOGS PELA DEMOCRACIA

Nenhum comentário: