segunda-feira, 1 de março de 2010

Em SP, fórum discute liberdade de expressão no Brasil e na América Latina


Jornalistas, professores e políticos se reúnem nesta segunda-feira (1º), em São Paulo, para discutir a liberdade de expressão e analisar como deter ameaças à democracia no Brasil e na América Latina.

O "1° Fórum Democracia & Liberdade de Expressão" é realizado pelo Instituto Millenium, entidade que atua pela democracia e é formada por empresários, jornalistas e economistas.

O fórum terá abertura oficial do ministro das Comunicações, Hélio Costa. A primeira palestra será do presidente do Grupo Abril, Roberto Civita.

O painel de abertura "Liberdade de Expressão: Cenários, Tendências e Práticas na América Latina" terá participação de Marcel Granier, presidente da Rádio Caracas Televisión, emissora que saiu do ar por ordem do presidente da Venezuela, Hugo Chávez. Também discutem o tema o jornalista equatoriano Carlos Vera e o jornalista argentino Adrián Ventura. A mediação será do jornalista Marcelo Rech.

O segundo painel falará sobre "Ameaças à Democracia no Brasil" e terá como palestrantes o sociólogo Demétrio Magnoli e o filósofo Denis Rosenfield. O jornalista Tonico Ferreira será o mediador.

O painel 3 debaterá "Restrições à Liberdade de Expressão". Discutem o tema os jornalistas Arnaldo Jabor e Carlos Alberto Di Franco, além do vice-presidente do Grupo Abril Sidnei Basile. A mediação fica por conta do jornalista Luis Erlanger.

O quarto painel, com o tema "Liberdade de Expressão e Estado Democrático de Direito", tem participação do humorista Marcelo Madureira, do "Casseta & Planeta", do jornalista Reinaldo Azevedo e do professor de Ética Roberto Romano.

Os deputados federais Fernando Gabeira e Miro Teixeira, ambos jornalistas, e o diretor de redação da "Folha de S.Paulo", Otávio Frias Filho, participam do painel especial de encerramento.


G1

Nenhum comentário: