segunda-feira, 5 de abril de 2010

"Um avião cheio de dinheiro".


A história é real. Ocorreu agora mesmo, em uma franquia dos Correios.

Coronel: Preciso enviar este envelope pelo SEDEX 10. Deve estar no Rio até amanhã, é um contrato.

Moça dos Correios: Impossível, não estamos garantindo nada antes de cinco dias, pelo SEDEX.

Coronel: Mas como assim? O que está havendo com os Correios? Era uma empresa de referência e não garante nem mais o SEDEX?

(fila se formando atrás)

Moça dos Correios: É que os Correios teve que cancelar o contrato com uma empresa aérea, a Beta, está sem condições de cumprir os prazos.

Coronel: O quê? Aquela mesma Beta das concorrências superfaturadas da CPI dos Correios de 2005? Foram mais de R$ 40 milhões roubados! Só agora romperam o contrato? Cinco anos depois! Quer dizer que aquela roubalheira do mensalão continuou nos Correios?

(fila se formando atrás, faz cara de espanto e surpresa)

Moça dos Correios: É para o senhor ver. A gente é que fica até sem jeito.

Coronel para a fila: Viva o Lula. Viva a Dilma! E o Lula ainda diz que o mensalão não existiu. E nós, aqui, neste momento, ficamos sabendo que não só existiu como continuou existindo!

(fila, todos concordam )

Senhora na fila: Isso não é nada. Pior é aquele negócio dos apartamentos daquela cooperativa. Uma vergonheira!

Coronel: Ah, a famosa Bancoop, mas aquilo lá está servindo para pagar a mansão que a Dilma alugou em Brasília, R$ 12 mil por mês. Porque, cá entre nós, se a Bancoop desviou o dinheiro para o PT e o PT está pagando a mansão da Dilma, quem está pagando o aluguel dela são os pobres coitados que pagaram os imóveis e não receberam as chaves.

Senhora da fila: R$ 12 mil por mês? Eu não ganho isso num ano! Deve ter torneira de ouro! Volta-se para a outra senhora: Ainda bem que o Brasil é rico!

Coronel para Moça dos Correios: Moça, mas então você vai me cobrar uma remessa normal, se o prazo não está garantido?

Moça dos Correios: Infelizmente, senhor, o preço continua o mesmo. Eu acho que não deveriam cobrar, mas eu não posso fazer nada. A gente fica até sem jeito, porque o envelope do senhor vai de caminhão, mas o preço é de avião.

Coronel para a Fila: É isso aí. Este é o Brasil do PT! É por isso que eles não querem privatizar. E ainda dizem para gente que nunca teve mensalão! Se algum de vocês "não sabia" como o Lula, ficou sabendo agora! Boa tarde a todos!

Moça dos Correios: Eles vão fazer outra concorrência pra contratar uma nova empresa.

Coronel: Ah, bom. Aí, né pessoal (voltando-se para a fila), tem que acertar a comissão direitinho. Pois o Lula não está pagando U$ 4 bilhões a mais por uns aviãozinhos de guerra? Sabe lá o que é isso? Já pensou quanto é que vai custar esta concorrência dos Correios, no final do governo e às vésperas de uma eleição?

Senhor na Fila: Um avião cheio de dinheiro!

(todo mundo ri, resignado)


Coturno Noturno

Nenhum comentário: