sexta-feira, 23 de julho de 2010

Referência internacional


Amparado em copiosas provas e evidências, o governo da Colômbia solicitou à Organização dos Estados Americanos que confirmasse ou desmentisse a presença de bases das FARC em território venezuelano. Nesta tarde, antes que a OEA se manifestasse sobre o pedido, o presidente Hugo Chávez anunciou o rompimento de relações diplomáticas com o país vizinho.

A reação convida a duas conclusões:


Primeira: as bases a serviço dos narcoguerrilheiros existem. Se a denúncia fosse improcedente, nada melhor que usar as investigações da OEA para provar que a Colômbia mentiu.

Segunda: Chávez transformou-se numa referência internacional pelo avesso. Quem fizer o contrário do que ele faz estará sempre certo.



veja.com

Nenhum comentário: