quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Amaury, a PF e uma combinação de farsas


A VEJA online publica uma reportagem de Fernando Mello com dados do depoimento à Polícia Federal do ex-jornalista Amaury Ribeiro Jr, atual contratado de Edir Macedo. Em nenhum momento o rapaz afirma que estava atuando a serviço de Aécio Neves, então governador de Minas, ou para protegê-lo.

E como é que essa versão circula por aí? Escrevi a respeito na madrugada. Trata-se de uma armação de caráter político, quase anunciada por Lula ao antecipar a repórteres que a PF traria novidades sobre o caso, antes da entrevista coletiva do delegado responsável pelo inquérito. A única “novidade” foi a informação de que Amaury havia confessado ter encomendado as quebras de sigilo, o que a Folha já havia noticiado. O policial não fez especulação política.

E como é que essa especulação está presente em todo canto? Ora, trata-se de uma plantação vinda de áreas da própria PF, estimulada, obviamente, por Amaury.

A reportagem da VEJA Online informa também que o contratado de Edir Macedo contou à polícia que os dados de seu computador foram surrupiados por Rui Falcão sem o seu conhecimento ou consentimento. Huuummm… Pobre rapaz ingênuo esse Amaury! A versão que parece complicar a vida do homem de comunicação da campanha de Dilma Rousseff é só cortina de fumaça para, vejam só!, proteger o PT e o próprio ex-jornalista. Por quê? Tio Rei explica.

1 - Ao afirmar que Falcão surrupiou os dados, Amaury pretende sustentar a tese de que ele não estava trabalhando para a campanha do PT. Logo, o partido não teria encomendado coisa nenhuma. Isso interessa a quem? Ao PT e a Amaury, apenas um romântico lutando contra maldades tucanas…

2 - Ao afirmar que Falcão surrupiou os dados, Amaury alega, então, a sua inocência num dos crimes ao menos — a divulgação de dados sigilosos — e complica só aparentemente a vida do petista, que vai negar que isso tenha acontecido, é claro. Como Amaury não tem, prova, será a sua palavra contra a do outro. Isso interessa a quem? Embora Falcão e Amaury não sejam exatamente da mesma enfermaria, a versão acaba sendo útil a todo mundo porque a) o ex-jornalista se coloca como vítima de Falcão; b) Falcão se coloca como vítima do ex-jornalista; c) mitiga-se, no conflito, o papel de Amaury como estafeta do PT. É engenhoso. Márcio Thomaz Bastos terá pessado por ali?

Ao principal
Esse aspecto, no entanto, é secundário. Amaury aposta na tolice alheia ao armar a versão de que o Magricela Cerebral e Malvado invadiu o quarto do Gordinho Buliçoso e Ingênuo para fazer uma cópia de seu computador… Tenham paciência! Quando a turma do Lanzetta contratou os serviços do ex-jornalista, certamente sabia do que ele era capaz, não? Aliás, qualoquer um, quando o contrata, sabe, não é mesmo, Edir Macedo?

Por Reinaldo Azevedo

Um comentário:

"Política sem medo" disse...

Em que trama mais diabolica esse PT se mete, Stenio? Sao mentes que estao ali do lado de lula para colocar seu exercito em campo e se deixar prender para limpar a barra dos chefoes. Sabe que a coisa esta ficando boa? Nao passa um dia sem nova descoberta de infamias e escandalos. Nao vai demorar muito vao comecar roer a unha do pe a fazer churrasco de gente, nao?