quinta-feira, 21 de outubro de 2010

LULA deve desculpas: Vídeo que mostra bola de papel atingir Serra é anterior a arremesso de outro objeto


O vídeo abaixo mostra o momento em que o candidato José Serra (PSDB) coloca a mão na cabeça, indicando ter sido atingido durante caminhada de campanha no Rio, na quarta-feira, 20/10.

Serra pôs as mãos na cabeça segundos antes de entrar na van correndo, sendo empurrado por seguranças e aliados de chapa.

Minutos após, o deputado Fernando Gabeira (PV) e o pastor Paulo Cesar Ramos, da Assembleia de Deus, Poder e Glória, afirmaram terem visto Serra ter sido atingido por um rolo de adesivos.




Após entrar na van, na rua Viuva Dantas, no final do calçadão, o veículo andou por cerca de cem metros e parou. Serra desceu, tocando a cabeça como se ainda sentisse dor. Nesse momento, disse ter se sentido "meio grogue" e colocou um saco plástico com gelo na cabeça.

De lá Serra seguiu para um hospital, onde foi submetido a uma tomografia. De acordo com médico Jacob Kliegerman, ex-secretário municipal de Saúde na gestão de Cesar Maia (DEM), o tucano foi atingido por um rolo de adesivos lançado a uma distância de dez metros. Ele disse ter recomendado ao candidato 24 horas de repouso.

Já a cena da bola de papel, que foi ao ar em reportagem do programa "SBT Brasil", ocorreu em um momento diferente da caminhada de Serra, em que também já havia conflito entre militantes do PSDB e do PT.




FOLHA ONLINE



Nenhum comentário: