segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Somos 100 mil signatários do Manifesto em Defesa da Democracia


Neste momento, são 100.073 os signatários do Manifesto em Defesa da Democracia. Num post da manhã (ver abaixo), escrevi que faltavam 1.557 assinaturas para atingir a marca história dos 100 mil.

E o movimento não pode parar. Ainda que o texto traga algumas questões que são conjunturais, como a determinação desabrida de Lula de desrespeitar a lei, ele faz a defesa de valores que são permanentes.

Vamos continuar. Republico a íntegra do texto em homenagem à multidão de mulheres e homens que exigem respeito aos valores democráticos. Noto que algo curioso acontece com este texto: a cada dia, ele se torna mais atual, um retrato sempre mais fiel do presente.

*

Manifesto em Defesa da Democracia

Numa democracia, nenhum dos Poderes é soberano. Soberana é a Constituição, pois é ela quem dá corpo e alma à soberania do povo.

Acima dos políticos estão as instituições, pilares do regime democrático. Hoje, no Brasil, inconformados com a democracia representativa se organizam no governo para solapar o regime democrático.

É intolerável assistir ao uso de órgãos do Estado como extensão de um partido político, máquina de violação de sigilos e de agressão a direitos individuais.

É inaceitável que militantes partidários tenham convertido órgãos da administração direta, empresas estatais e fundos de pensão em centros de produção de dossiês contra adversários políticos.

É lamentável que o Presidente esconda no governo que vemos o governo que não vemos, no qual as relações de compadrio e da fisiologia, quando não escandalosamente familiares, arbitram os altos interesses do país, negando-se a qualquer controle.

É inconcebível que uma das mais importantes democracias do mundo seja assombrada por uma forma de autoritarismo hipócrita, que, na certeza da impunidade, já não se preocupa mais em valorizar a honestidade.

É constrangedor que o Presidente não entenda que o seu cargo deve ser exercido em sua plenitude nas vinte e quatro horas do dia. Não há “depois do expediente” para um Chefe de Estado. É constrangedor também que ele não tenha a compostura de separar o homem de Estado do homem de partido, pondo-se a aviltar os seus adversários políticos com linguagem inaceitável, incompatível com o decoro do cargo, numa manifestação escancarada de abuso de poder político e de uso da máquina oficial em favor de uma candidatura. Ele não vê no “outro” um adversário que deve ser vencido segundo regras, mas um inimigo que tem de ser eliminado.

É aviltante que o governo estimule e financie a ação de grupos que pedem abertamente restrições à liberdade de imprensa, propondo mecanismos autoritários de submissão de jornalistas e de empresas de comunicação às determinações de um partido político e de seus interesses.

É repugnante que essa mesma máquina oficial de publicidade tenha sido mobilizada para reescrever a História, procurando desmerecer o trabalho de brasileiros e brasileiras que construíram as bases da estabilidade econômica e política, que tantos benefícios trouxeram ao nosso povo.

É um insulto à República que o Poder Legislativo seja tratado como mera extensão do Executivo, explicitando o intento de encabrestar o Senado. É deplorável que o mesmo Presidente lamente publicamente o fato de ter de se submeter às decisões do Poder Judiciário.

Cumpre-nos, pois, combater essa visão regressiva do processo político, que supõe que o poder conquistado nas urnas ou a popularidade de um líder lhe conferem licença para ignorar a Constituição e as leis. Propomos uma firme mobilização em favor de sua preservação, repudiando a ação daqueles que hoje usam de subterfúgios para solapá-las. É preciso brecar essa marcha para o autoritarismo.

Brasileiros erguem sua voz em defesa da Constituição, das instituições e da legalidade.

Não precisamos de soberanos com pretensões paternas, mas de democratas convictos.

Por Reinaldo Azevedo

Um comentário:

aliancaliberal disse...

Os videos monstram o que acontece quando um governo socialista, popular, esquerdista , nacionalista , ou para o brasil seguir mudando ,ou qualquer o nome da criatura toma o poder.

Vc vai pensar e exagero isso nunca vai acontecer , eo que querem que vc pense ,ja aconteceu diversas vezes na historia da humanidade. Quer se iludir blz so não chorre depois.

http://www.youtube.com/watch?v=uuOlUK-nBIg&feature=related

A venezuela era exportador de alimentos , no video acima eo estado "roubando"de um comerciante com intuito de "dar a coletividade produtos de primeira necessidade".

http://www.youtube.com/watch?v=xWr1ak-U2p8

Veja o grau de intervencionismo que chegaram.

http://www.youtube.com/watch?v=q4O6aapo0nQ

o governo declara neste video que a culpa do desabastecimento e dos expeculadores

http://www.youtube.com/watch?v=kdHpK8kCwKA

"Acaparamiento para desestabilizar el proceso revolucionario"a culpa não e do governo

http://www.youtube.com/watch?v=vuM7AexbG0s

Aqui a culpa e da midia do "pig"tb

"Aquí están las empresas recuperadas soberanas"

http://www.youtube.com/watch?v=byLNi5CnhU4

expropiaciones "nos somos gente trabalhadora ......"

http://www.youtube.com/watch?v=T8gyDnV4oVk

denuncie o expeculador que nós interditamos(intervirmo)qualuqer negocio de qualquer tamanho.

http://www.youtube.com/watch?v=6pReFXI-kT8

"Estamos Obstinados - Chavez Eres Una Mierda Largate"

http://www.youtube.com/watch?v=6tayzVhcWAE

"Mientras más expropiaciones más importaciones"

Pergunto que seu candidato pensa sobre isso ele apoia ?ele vai fazer algo sobre?.


(os videos eu baixei então não perca tempo em pedir pra retirar)